Ensaios

Ensaio fotográfico feminino de JF Lemos

Paixão avassaladora retribuída.

De mim para ela, dela pra mim.

O que uma boa artista deve conter,

além de sua sensibilidade,

é um viver de se apaixonar

e, depois, desapaixonar, para amar de novo páginas, por hora em branco, com breviedade preenchidas.


Saber da real beleza, não se engane com o que apenas “vês”.

Detrás de cada gota escura, e de uma fala tagarela, existem muitos contrastes, profundidade e verdade do que pulsa ali.


A nossa arte tem mesmo disso.

Um mundo todo imaginado, que é capaz de criar felicidade, ao descrever.

Que é capaz de gerar envolvimento, contrariando o só.

Ou a presença.


Claro que “cair de bicicleta”foi concertando muita coisa.

Sempre se reergueu mais forte.

E parece até sorte tantos pontos de vista,

tanto a preencher parágrafos, diários, e até mesmo livros, cheínhos de um pouco de si! Pinceladas.


Impossível estar com a JF Lemos e não se apaixonar.

Essa mulher vibra uma energia empolgante, contagiante.

Um pulsar de beleza que, honestamente, surpreendentemente, 

vai muito além do que os olhos são capazes de enxergar.


***********************************************************************

Feliz estou por termos cruzado as nossas artes

neste dia de muita troca, de milhares de palavras ditas,

e também outras milhares que ficaram por dizer. 

Quanta honra em poder criar fotografias preciosas desta

escritora, que e, breve irá ilustrar uma nova biografia

com o resultado deste nosso encontro. 



Fotografias e edição: Aline Evelin

Produção: Uéliton Eudschinski, Um Beauty Concept

Local: Tedesco Ecopark